Calendário 2017



Independência da Bahia próximos anos




2
Julho de 2016 ( Sábado ) - Independência da Bahia
2
Julho de 2017 ( Domingo ) - Independência da Bahia
2
Julho de 2018 ( Segunda-feira ) - Independência da Bahia
2
Julho de 2019 ( Terça-feira ) - Independência da Bahia
2
Julho de 2020 ( Quinta-feira ) - Independência da Bahia

O Dia da Independência da Bahia é celebrado no dia 2 de julho.

Quem acha que todos os conflitos relacionados com a independência do Brasil acabaram no momento em que D. Pedro II declarou o Brasil como independente no dia 7 de setembro de 1822 está muito enganado.

Além de o “desgarramento” de Portugal ter sido plenamente político, uma vez que o Brasil continuou dependendo financeiramente de sua então ex-metrópole, em muitos lugares do território brasileiro permaneceram portugueses que se recusavam a aceitar a declaração de D. Pedro II como verdadeira.

Por conta disso, após o dia 7 de setembro de 1822, começaram a instaurar-se uma série de conflitos armados entre os governos e também tropas locais no Brasil que ainda se considerava fieis ao governo português e aqueles que haviam se tornado fieis a D. Pedro II e seus ideais de liberdade para o país.

Antes mesmo do dia de 7 de setembro acontecer, Salvador já estava atento ao que acontecia em Portugal e imaginava que a independência estava próxima de acontecer no Brasil, uma vez que, em 1821, Portugal tornou-se liberal graças à Revolução do Porto. Porém, ao invés de estender as conquistas para as colônias, o governo lusitano apenas estreitou e apertou ainda mais os laços coloniais (mas não por muito tempo).

Antes mesmo que D. Pedro II declarasse a independência, portugueses e brasileiros já começaram a “se estranhar”, ocorrendo, então, uma “cisão” entre esses dois grupos tão distintos.

Depois do grito do Ipiranga, a situação não melhorou em nada e a luta entre os que apoiavam a independência e os que queriam a colônia de volta se acirrou ainda mais. Personagens como Maria Quitéria lutaram para expulsar da Bahia as tropas portuguesas comandadas pelo brigadeiro Ignácio Luiz Madeira de Mello. Dois de julho foi o dia do desfecho dessa batalha, que acabou bem para os baianos.

Por que comemorar o 2 de julho?

A independência da Bahia aconteceu pouco depois da independência do Brasil, mas sem a primeira, a segunda não teria se concretizado por completo em nenhum momento. Se não fossem os bravos guerreiros baianos a expulsar os portugueses que ainda insistiam em subjugar o Brasil a uma colônia, talvez a independência brasileira de fato ainda demorasse muito mais para acontecer verdadeiramente.

Desde 2012, o 2 de julho está incluído como data histórica no calendário de efemérides nacionais como forma de lembrar o quão importante foi a luta de 2 de julho e 1823 no estabelecimento da independência plena do Brasil a Portugal.

O intuito de estabelecer a data histórica não é somente de “criar” mais um novo feriado no calendário nacional, mas o de reconhecer a importância desse combate posterior ao 7 de setembro para a história do Brasil e da Bahia.

Os baianos festejam a data até o dia de hoje, com um cortejo que reproduz fielmente o trajeto feito pela tropa libertadora brasileira ao entrar em Salvador após vencer o conflito, em 1823. Este cortejo é, hoje, reconhecido pelo IPAC como Patrimônio Cultural Imaterial da Bahia, o que mostra que os guerreiros baianos que lutaram em 1823 jamais serão esquecidos.



Imagens para Compartilhar no Facebook

 Independência da Bahia
Foto: ShutterStock



ou envie para seus amigos do Face ->
 Independência da Bahia
Foto: ShutterStock



ou envie para seus amigos do Face ->

Outras Datas Comemorativas

19
Maio - Dia do Físico
17
Novembro - Dia da Criatividade
3
Agosto - Dia do Tintureiro
21
Setembro - Dia Internacional da Paz

Política Privacidade

CalendárioBr 2017 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!