Calendário 2020



Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas próximos anos




7
Fevereiro de 2018 ( Quarta-feira ) - Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas
7
Fevereiro de 2019 ( Quinta-feira ) - Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas
7
Fevereiro de 2020 ( Sexta-feira ) - Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas
7
Fevereiro de 2021 ( Domingo ) - Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas
7
Fevereiro de 2022 ( Segunda-feira ) - Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas

Os povos indígenas habitam o Brasil desde milênios antes dos portugueses colonizarem o país. Naquela época os povos nativos vivam da caça, pesca, coleta e da agricultura do local.

A chegada dos portugueses fez trouxe diversas doenças para o país, fazendo com que a população indígena fosse amplamente exterminada, e o número de índios caiu para 150 mil em meados do século XX. A população continuou caindo até 1980, quando a tendência invertida e ela começou a crescer em um ritmo acelerado. 

Os índios ainda lutam para garantir as suas terras, e também são acusados de promover retrocessos de maneira deliberada, o que atrai muitas críticas tanto de brasileiros como no exterior. Eles possuem uma cultura própria, com tradições que eles praticam há muitos anos. Possuem também celebrações específicas do seu povo, com formas particulares de comemorar.

O Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas é comemorado em 7 de fevereiro. 



Imagens para Compartilhar no Facebook

Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas
Foto: ShutterStock



ou envie para seus amigos do Face ->
Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas
Foto: ShutterStock



ou envie para seus amigos do Face ->

Outras Datas Comemorativas

14
Agosto - Dia da Unidade Humana
17
Dezembro - Dia de São Lázaro
1
Setembro - Dia do Bailarino(a)
17
Janeiro - Dia de Santo Guido
29
Junho - Dia do Chaveiro
5
Fevereiro - Dia de Santa Águeda

Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!