Calendário 2019



Dia de São Marino e Santo Astério próximos anos




3
Março de 2017 ( Sexta-feira ) - Dia de São Marino e Santo Astério
3
Março de 2018 ( Sábado ) - Dia de São Marino e Santo Astério
3
Março de 2019 ( Domingo ) - Dia de São Marino e Santo Astério
3
Março de 2020 ( Terça-feira ) - Dia de São Marino e Santo Astério
3
Março de 2021 ( Quarta-feira ) - Dia de São Marino e Santo Astério

O Dia de São Marino e Santo Astério é comemorado no dia 3 de março, na Igreja Católica, em homenagem aos mártires que viveram no século III, tendo sido mortos provavelmente no ano de 260.

A vida de São Marino e Santo Astério

Marino era um oficial romano, mas já havia se convertido ao cristianismo, ou, como diz o autor de “História da Igreja”, Eusébio, “já tinha feito o seu caminhar com Cristo, estando em constante aprofundamento de sua fé”.

Na época, como cristão, não era reconhecido pelo Império Romano, já que não havia a possibilidade de evangelização aberta. Marino, no entanto, com seus exemplos de vida, com sua forma de agir profissionalmente, procurava sempre comunicar a verdade e o amor.

Em determinado momento de sua vida, foi convidado para ocupar uma posição chave no exército, a de centurião romano, ocupando um posto na Cesaréia.

O cargo que lhe foi oferecido era desejado por muitos, que sabiam ser Marino um devoto cristão. Em razão disso, um deles levantou uma lei antiga, que dizia que, para assumir o cargo, o pretendente deveria, antes, fazer um sacrifício aos deuses.

De imediato, Marino revelou publicamente que não podia fazer qualquer sacrifício aos deuses dos romanos, uma vez que era cristão. Professando sua fé, sabia que seria condenado, embora, pela admiração que todos lhe tinham, não o tivessem matado na hora.

Deram-lhe três horas para escolher entre apostatar a fé ou morrer em nome do Deus no qual acreditava.

Saindo do pretório, encontrou-se com o bispo Teotecno, que o convidou para a igreja, onde lhe mostrou uma espada e um Evangelho, perguntando-se o que preferia. Marino, sem titubear, escolheu o Evangelho.

Terminado o tempo concedido pelas autoridades, novamente foi convocado. Ao ouvir que Marino preferia a fé do cristianismo, foi condenado à morte, sendo degolado.

Astério, um de seus amigos mais próximos, aproximou-se do corpo de Marino, cobriu-o e o levou para um enterro cristão, sabendo que essa atitude também iria levá-lo ao martírio. Depois do enterro, foi preso e também martirizado.

Embora não haja qualquer informação sobre se Astério era cristão ou não, a Igreja entendeu o seu gesto e o canonizou, mantendo-o no mesmo dia de Marino, o amigo que não abandonou nem na morte.





Política Privacidade

CalendárioBr 2018 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!