Calendário 2020



Dia de São Longuinho próximos anos




15
Março de 2018 ( Quinta-feira ) - Dia de São Longuinho
15
Março de 2019 ( Sexta-feira ) - Dia de São Longuinho
15
Março de 2020 ( Domingo ) - Dia de São Longuinho
15
Março de 2021 ( Segunda-feira ) - Dia de São Longuinho
15
Março de 2022 ( Terça-feira ) - Dia de São Longuinho

O Dia de São Longuinho é comemorado no dia 15 de março em homenagem ao mártir que presenciou a morte de Cristo.

Não se sabe muito a respeito dos anos iniciais da vida de São Longuinho. O que se sabe é que a sua história se tem início durante a crucificação de Cristo.

São Longuinho foi um soldado romano de baixa estatura, e seu nome em italiano era Longinus - talvez por essa grafia e sonoridade, seu nome tenha sido “traduzido” (ou adaptado) para Longuinho ao longo dos anos.

Longuinho servia a mais alta corte romana antes de ter sido escolhido para servir em Israel. Durante todos os seus anos de serviço militar ele participou de festas romanas. Um evento curioso que é relatado de acordo com a tradição, é que por ter uma baixa estatura, Longuinho conseguia ver tudo o que passava por debaixo das mesas. Por causa dessa sua particularidade, ele era capaz de sempre achar os pertences das pessoas que estavam perdidos. Sempre que Longuinho achava alguma coisa perdida, ele devolvia para o seu dono - e por essa razão, ele é reconhecido como o santo dos “achados e perdidos”.

Ainda de acordo com a tradição católica, é relatado que Longuinho foi o soldado Romano responsável por perfurar Cristo com uma lança no momento de sua crucificação. Esse ato está evidenciado no evangelho de João, que relata que após o ferimento, a ferida de Cristo saiu sangue e água.

Essa água respingou em Longuinho, e após esse acontecimento ele teve seu problema de visão totalmente curado. É relatado também, que esse acontecimento não só “purificou” os olhos de Longuinho, como também foi fundamental para purificar “os olhos de sua alma”.

Após esse acontecimento, Longuinho se converteu e passou a acreditar em Jesus. Pouco tempo mais tarde, ele abandonou o exército romano. Como era de se esperar, uma ação como essas não era tolerada.

Longuinho foi perseguido e denunciado. Sofreu acusações como desertor do exército e foi condenado à pena de morte. Sua única salvação era renunciar a sua fé em Cristo para permanecer vivo, mas após tudo que viveu, Longuinho permaneceu firme.

O ex-soldado romano foi torturado e decapitado, e acabou se tornando mártir com a mesma fé daquelas pessoas que um dia foi obrigado a perseguir.

Quase mil anos após sua morte, Longuinho foi canonizado pelo Papa Silvestre II. A lança que São Longuinho utilizou para ferir Cristo ainda pode ser encontrada e vista em uma igreja localizada em Viena, na Áustria.

Até hoje, Longuinho é alvo de muita literatura e adoração pelos fiéis. Principalmente é reconhecido como o santo que ajuda a encontrar os objetos perdidos. A festa em sua comemoração atinge milhares de fiéis católicos em todo o mundo.

Na Igreja Católica, sua estátua é reconhecida como a de um soldado romano com a lança apontada para os seus olhos. Ao longo de todos esses anos, Longuinho ainda é reconhecido como um dos santos mais famosos de toda a igreja. 





Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!