Calendário 2019



Dia de São João de Ravena próximos anos




12
Janeiro de 2018 ( Sexta-feira ) - Dia de São João de Ravena
12
Janeiro de 2019 ( Sábado ) - Dia de São João de Ravena
12
Janeiro de 2020 ( Domingo ) - Dia de São João de Ravena
12
Janeiro de 2021 ( Terça-feira ) - Dia de São João de Ravena
12
Janeiro de 2022 ( Quarta-feira ) - Dia de São João de Ravena

O Dia de São João de Ravena, é comemorado no dia 12 de janeiro em homenagem ao homem que provou com sua fé o verdadeiro heroísmo diante da mais cruel prova: a tortura.

Não há registro sobre a infância e juventude de João de Ravena, tão pouco do seu nascimento. Contudo, o que temos de concreto é a tamanha personalidade de persistência e devoção a Cristo.

João de Ravena era bispo quando ele e todos os cristãos de Ravena, começaram a ser perseguidos intensamente pelos bárbaros que invadiram todo o continente.

São João, jamais aceitou a adoração aos deuses pagãos.

A expressão de horror se traduziu antes do final de século III, pois todos eram submetidos a provar qual seria o tamanho de sua fé, diante da usurpação:

· De todos os poucos bens que tinham;

· Da liberdade de andar pelas ruas;

· Da privação das necessidades básicas de sobrevivência.

Verdadeiras cenas de perseguição, com atos cruéis, onde pessoas eram humilhadas e assassinadas por promulgarem sua fé no Cristianismo, eram presenciadas diariamente.

Foram tempos difíceis para João, e para seus irmãos de fé.

Todo o ocidente sofria com os episódios horrendos, aqueles que resistiam às chacinas presenciavam a crueldade dos ritos pagãos, como por exemplo:

· O sacrifício de animais;

· Festas alucinantes e repletas de promiscuidade;

· Momentos de devoção aos deuses;

· Oferendas absurdas.

Fugir era a melhor alternativa

João de Ravena não suportava estar diante de tanto sofrimento e convocava todos os fieis de Cristo a partirem. Porém, como era um homem conhecido, mesmo que distante, foi descoberto.

A partir daquele momento, o martírio e morte invadiram Veneza, cidade que João de Ravena ajudou a edificar.

Depois de preso, São João de Ravena foi julgado, e tomado de extrema raiva. O juiz ordenou que fosse executado, mas com a condição de que o processo fosse lento e dolorido.

Os relatos descrevem a forma cruel da tortura, com horas seguidas de dor, pelas fraturas que faziam em seu corpo, gradual e consecutivamente.

Mas São João de Ravena permanecia firme, completamente envolto pelo amor celestial, compenetrado em sua interminável oração de devoção a Jesus Cristo.

Legados que somente aqueles puros de coração compreendem  

Para um humano normal, fica difícil compreender os propósitos de Deus, que parece estar ausente mesmo quando o corpo e a alma de um crente são expostos à tortura.

Mas para o Santo de Ravena, a oração o fez fortaleza, e resistiu, negando-se a adorar, qualquer deus pagão, mesmo que isso lhe custasse a vida, esse foi o ensinamento maior que João Ravena, entregou ao mundo:

· Quem ama o Cristianismo, as dores do corpo não chegam até a alma.

São João Ravena é considerado confessor e mártir pela Igreja Católica, pelo seu fervor a Jesus, sem jamais hesitar na sua fé.

No dia 12 de janeiro, dia de sua morte, impressionados pelo episódio, muitos se converteram ao Cristianismo.

Informações em forma de documentos, sobre a história de João de Ravena foram levadas para outra cidade e extraviadas o que dificulta compilar dados precisos sobre sua vida.

Mas é inegável o imenso tamanho de sua fé, e justamente as melhores homenagens devemos entoar no dia 12 de Janeiro. 





Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!