Calendário 2017



Dia de São Conrado de Placência próximos anos




19
Fevereiro de 2016 ( Sexta-feira ) - Dia de São Conrado de Placência
19
Fevereiro de 2017 ( Domingo ) - Dia de São Conrado de Placência
19
Fevereiro de 2018 ( Segunda-feira ) - Dia de São Conrado de Placência
19
Fevereiro de 2019 ( Terça-feira ) - Dia de São Conrado de Placência
19
Fevereiro de 2020 ( Quarta-feira ) - Dia de São Conrado de Placência

O Dia de São Conrado de Placência é comemorado no dia 19 de fevereiro em homenagem ao eremita da Terceira Ordem Franciscana.

Conrado nasceu em 1290, e a data específica do seu nascimento ainda é uma incógnita para toda a comunidade católica, assim como o seu nascimento. O que se sabe é que Conrado provavelmente nasceu na Itália, já que boa parte da sua história aconteceu em Placência (uma cidade italiana).

Em relação a sua vida, Conrado era um homem nobre que era casado e vivia perfeitamente bem com sua riqueza. Tinha como atividade preferida a caça, a qual era aficionado.

Foi nessa sua atividade preferida que Conrado teve a sua vida transformada em questão de horas. Em uma de suas caçadas, ele observou que uma presa entrou em uma área de mata muito densa.  E na tentativa de tentar espantar o animal daquela região, Conrado decidiu atear fogo no matagal que estava lhe impedindo de prosseguir.

Em poucos minutos, o fogo se alastrou e se transformou em um incêndio e o animal finalmente fugiu do local inalcançável em que estava. Apesar do seu sucesso, o incêndio que Conrado criou acabou tomando proporções inimagináveis, e o resultado foi que além do matagal queimado, ele conseguiu destruir muitas colheitas e terras de riquezas que se encontravam naquela localidade.

Sabendo do que acabou causando, Conrado e seus companheiros de caça fugiram e decidiram aparecer rapidamente na sua cidade. E como a caça foi realizada em um lugar relativamente distante, não houve uma testemunha sequer que o pudesse prejudicar.

Mesmo omitindo a sua culpa, o incêndio foi um fato que levou muita discussão para a região. E dentro de pouco tempo o caso foi levado para as autoridades da época. Foi feita uma investigação a respeito do incidente, e pouco tempo depois um pobre homem que cuidava de algumas casas foi considerado culpado injustamente. Ele acabou sendo preso e condenado a morte posteriormente.

No dia da execução do suposto culpado, Conrado não conseguiu se eximir de sua culpa. Seus remorsos foram maiores e o seu coração falou mais alto. Em meio à execução, Conrado contou toda a verdade sobre o incêndio e se proclamou culpado para salvar a vida do inocente homem.

Ao se proclamar culpado pelo incêndio, Conrado foi então condenado a pagar a todos os danos causados, mas não teve uma sentença de morte por causa de sua coragem em falar a verdade.

Após esse acontecimento, Conrado acabou sem absolutamente nada. Todas as suas riquezas foram entregues para pagar os prejuízos, e ele e sua esposa acabaram ficando na pobreza. Mesmo com os acontecimentos, ambos resolveram aceitar a sua situação e decidiram se separar.

O motivo principal da separação foi que o casal conseguiu perceber a interferência divina em todo o acontecimento. E ao perceber que Deus havia interferido em sua vida, ambos decidiram seguir o Cristianismo.

Sua mulher foi para um mosteiro e Conrado acabou se tornando um eremita. Sua viagem foi para Sicília onde ele decidiu ficar em completa solidão. Dessa forma, Conrado viveu por cerca de quarenta anos, até que faleceu.

De acordo com a tradição católica, Conrado chegou a fazer vários milagres e todos os seus esforços foram voltados para a sua fé em Deus.

Conrado morreu em 19 de fevereiro de 1351, e também de acordo com a tradição, ele morreu ajoelhado junto de um crucifixo. 





Política Privacidade

CalendárioBr 2017 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!