Calendário 2019



Dia de São Carlos Borromeu próximos anos




4
Novembro de 2018 ( Domingo ) - Dia de São Carlos Borromeu
4
Novembro de 2019 ( Segunda-feira ) - Dia de São Carlos Borromeu
4
Novembro de 2020 ( Quarta-feira ) - Dia de São Carlos Borromeu
4
Novembro de 2021 ( Quinta-feira ) - Dia de São Carlos Borromeu
4
Novembro de 2022 ( Sexta-feira ) - Dia de São Carlos Borromeu

O Dia de São Carlos Borromeu é comemorado em 4 de Novembro. Ele é considerado o padroeiro dos estudantes, catequistas, seminaristas, bispos e dirigentes espirituais. 

História de São Carlos Borromeu

São Carlos Borromeu nasceu no dia 2 de outubro de 1538, no castelo pertencente a sua família em Arona, próximo de Milão. Era o segundo filho de nobres e importantes condes da época, Gilberto Borromeu e Margarida de Médicis. Quando ainda criança, Carlos revelou grande inteligência e habilidade para construir pequenos altares, com os quais junto aos irmãos e amigos representava o papel dos sacerdotes, repetindo os rituais observados na Igreja. Então, desde cedo, era perceptível a vocação religiosa de Carlos que, com apenas oito anos de idade, recebeu a primeira tonsura. Foi entregue aos 12 anos por sua família para servir a Deus, pois seu tio Júlio César Borromeu renunciou em seu nome a Abadia de São Graciano e São Felino.

Carlos sabia que a caridade abria o coração para a religião, portanto, durante sua vida, abriu mão de todos os seus ganhos para doar e ajudar aos necessitados. Até mesmo bens e heranças que viessem de família ele compartilhava entre os pobres. Foi muito respeitado por seu comprometimento com a religião e tinha planos de reorganizar a igreja. Formou-se pela universidade de Pávia e liderou uma reforma radical na administração da igreja, onde naquela época havia influencias de corrupção e empobrecimento moral.

Conquistou a ajuda de instituições, dos jesuítas, escolas e muitos outros. Fundou seminários e institutos de utilidades públicas para abrigar e atender aos pobres e doentes. Por isso foi até considerado o “Pai dos pobres”. Além de orientar diversas ordens e servir de exemplo para algumas que surgiram depois de sua morte.

Ainda em vida, passou por diversas dificuldades, como atentado, resistência a seus ensinamentos e rejeição do governador ao qual, antes de morrer, reconheceu seu erro. Passou necessidade também quando não tinha mais o que doar aos pobres, chegando a pedir esmolas para manter seus trabalhos funcionando.

Após a chegada da peste em 1576 em Milão ele e mais de cem padres visitavam contaminados de casa em casa, levando-lhes consolo e o sacramento sem preocupações e sem impor limites aos seus trabalhos, pagando com a vida e ajudando os necessitados. Carlos Borromeu foi um dos mais ativos, chegando a esgotar suas energias neste trabalho incansável. Chegou a pegar uma febre que foi minando seu organismo. Morreu alguns anos depois se dizendo feliz de ter conseguido seguir os ensinamentos de Jesus e se encontrar com ele com um coração puro. Isso aconteceu quando ele tinha 46 anos de idade no dia 4 de novembro de 1584. 

Origem da data comemorativa de São Carlos Borromeu

São Carlos Borromeu destinou suas riquezas ao serviço dos pobres, criou hospitais, defendeu a igreja contra os interesses dos poderosos. Com sua humildade, assim como o senhor Jesus, renunciou a si mesmo para se tornar servo do povo. Fundou seminários para formação de uma nova geração de sacerdotes e seu exemplo foi seguido a diante mesmo após sua morte. Em reconhecimento a tudo isso e mais feitos por ele, Papa Paulo V canonizou São Carlos Borromeu no ano de 1610 e sua festa em homenagem para o dia de sua morte.





Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!