Calendário 2020



Dia de Santo Ubaldo próximos anos




16
Maio de 2018 ( Quarta-feira ) - Dia de Santo Ubaldo
16
Maio de 2019 ( Quinta-feira ) - Dia de Santo Ubaldo
16
Maio de 2020 ( Sábado ) - Dia de Santo Ubaldo
16
Maio de 2021 ( Domingo ) - Dia de Santo Ubaldo
16
Maio de 2022 ( Segunda-feira ) - Dia de Santo Ubaldo

O Dia de Santo Ubaldo é comemorado no dia 16 de maio.

Santo Ubaldo tem seu dia de comemoração no calendário litúrgico da Igreja Católica em 16 de maio. O santo, que foi bispo da cidade de Gúbio, na Itália, tem seu nome diretamente ligado à história da região, oferecendo a imagem de uma pessoa mansa e cordata.

A vida de São Ubaldo

Ubaldo nasceu em 1085, na Alemanha, filho de uma nobre família, mas ficou órfão de pai e mãe em idade bastante tenra. Em razão disso, foi criado por um tio, que estabeleceu sua educação sobre sólidas bases religiosas.

Quando Ubaldo tinha pouco mais de 15 anos, manifestou seu desejo de entrar para a vida monástica, pretendendo viver como ermitão, longe de todas as vaidades mundanas.

Seu tio cuidou de dissuadi-lo, permitindo, no entanto, que ele tivesse uma vida comum com os cônegos de São Segundo. Em 1104, foi tirado da presença dos irmãos cônegos pelo bispo João, que o queria junto a si para que trabalhassem na reforma eclesiástica.

Ubaldo recebeu a ordenação sacerdotal no ano de 1114, tendo sido eleito prior da comunidade religiosa na paróquia de São Mariano, titular da catedral. Conseguiu imprimir novo impulso ascético à comunidade, tomando como base o exemplo de São Pedro Damião, santo que havia transformado a Fonte Avelana também num centro exemplar de vida cristã.

Ubaldo, em 1126, também se dirigiu também para Fonte Avelana, depois que um incêndio destruiu a catedral e a casa paroquial, dispersando sua comunidade. Em 1129, o Papa Honório II o designou como bispo de Gúbio, conferindo-lhe pessoalmente a consagração.

Gúbio é uma cidade muito antiga, havendo provas de que já estava ocupada desde a Idade do Bronze. No tempo dos umbros, seu nome era Ikuvium, ainda antes do Império Romano, tendo se tornado um local famoso pela descoberta das Tabulae Euguginae, um conjunto de tábuas de bronze que, até hoje, é o maior texto na língua umbra conhecido.

Conquistada pelo Império Romano no século II a.C., Gúbio manteve seu nome Igúvio e sua importância, como pode ser visto pelas ruínas do teatro romano, o segundo maior do mundo ainda existente.

Gúbio tornou-se uma cidade muito poderosa no início da Idade Média, com tempos bastante turbulentos, envolvendo-se em guerras contras as cidades vizinhas. Uma dessas guerras teve a intervenção de seu bispo, Santo Ubaldo, que conseguiu uma vitória esmagadora no ano de 1151, seguindo-se um período de prosperidade.

Os biógrafos de Santo Ubaldo relatam que, alguns anos depois da vitória, durante uma furiosa rixa entre os próprios cidadãos, Santo Ubaldo foi visto se atirando entre os contendores, procurando trazer a paz entre eles.

No entanto, não foi poupado e somente quando caiu morto ao solo, os cidadãos, arrependidos e confusos, depuseram as armas, unidos finalmente através de um mesmo sentimento de veneração para com o amado bispo.

O bispado de Ubaldo durou 31 anos em Gúbio, mostrando-se um pastor previdente e manso, muito ativo e corajoso. Era amado pelo povo pela firmeza com que defendia os fracos contra a arrogância dos mais nobres, conseguindo ganhar o reconhecimento de toda a cidade quando a salvou de sua destruição total no ataque promovido por Frederico Barba-roxa.

Sua morte pelos cidadãos de Gúbio ocorreu na madrugada de 16 de maio de 1160. O arrependimento dos que o mataram, juntamente com o sentimento unânime de devoção pelo povo, o levaram a ser considerado o padroeiro de Gúbio, mesmo antes do reconhecimento oficial pela igreja, que o canonizou 32 anos depois, em 5 de março de 1192.





Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!