Calendário 2018



Dia de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz próximos anos




9
Fevereiro de 2016 ( Terça-feira ) - Dia de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz
9
Fevereiro de 2017 ( Quinta-feira ) - Dia de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz
9
Fevereiro de 2018 ( Sexta-feira ) - Dia de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz
9
Fevereiro de 2019 ( Sábado ) - Dia de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz
9
Fevereiro de 2020 ( Domingo ) - Dia de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz

O Dia de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz é comemorado no dia 9 de fevereiro, em homenagem ao padroeiro do Equador e dos Irmãos de todas as escolas Cristãs. E também como padrinho dos Professores e Escritoras. 

Desde o seu nascimento em 7 de novembro de 1854, na cidade de Cuenca, Equador, Miguel Febres Cordero Munhoz foi um menino abençoado, pois quando tinha quatro anos e meio, Nossa Senhora se materializou durante seu sonho.

E subitamente ele foi curado de uma doença que não lhe permitia ficar muito tempo de pé e até mesmo andar.

Mas o fato que culminou na decisão de seguir o sacerdócio aconteceu bem cedo, aos nove anos de idade, quando foi atacado por um touro, que enfurecido, selvagemente veio em sua direção.

Muito machucado, novamente Nossa Senhora apareceu em seus sonhos e as feridas cicatrizaram em tempo recorde, e sem nenhuma sequela. 

Talvez uma decisão precoce, para um menino, que com nove anos decidiu ingressar na escola Cristã La Salle, mas um grande passo para alguém que tinha clareza no seu propósito na vida.

O início da vida religiosa e profissional de Miguel Febres

Quando Miguel Febres ingressou no noviciado, estava apenas com 13 anos, e logo chegou ao sacerdócio, tornando-se também professor, destacando-se:

Por sua notável inteligência;

Habilidade pedagógica;

Nobreza em educar;

E o jovem e abençoado Miguel Febres publicou seu primeiro livro com apenas 17 anos de idade, e com sucesso, pois o governo aderiu ao material de cunho pedagógico.

E a partir dai, a história de conquistas, de participação na construção da sociedade cristã e política, seguiu um caminho repleto de Graças alcançadas e contemplativas como intelectual e sacerdote.

O dedicado Padre Miguel, formou-se em: filosofia, teologia e destacou-se como escritor, com obras publicadas em:

Gramática;

Literatura;

Geografia;

História.

E também sobre religião. 

Uma vida repleta de conquista

Santo Miguel Febres Cordero Munhoz, servo escolhido e orientado pela Santíssima Virgem, dignamente conquistava o reconhecimento pelo seu trabalho, por isso, em 1892 já fazia parte das melhores Academias de línguas, entre elas Equador, Espanha.

Era comum viajar para palestrar sobre os assuntos dominados com maestria e talento incomum.

Durante três anos, atuou como diretor geral da Congregação, onde foi aluno, e para atender as necessidades dos Lassaristas da Europa, mudou-se para lá em 1904.

Depois de quatro anos, vítima de uma pneumonia, Miguel Febres diminuiu o ritmo de seu trabalho, e permaneceu apenas como professor em uma escola em Barcelona.

E no ano de 1910, aos 9 dias do mês de fevereiro, veio a falecer e seu sepultamento foi em Del Estragar.

O legado e o grande exemplo de Santo Miguel Febres Cordero Munhoz

Como um menino ainda tão jovem conseguiu compreender a grande mensagem de Nossa Senhora? Aceitando seu destino para se tornar um dos nomes mais reconhecido pelo povo do Equador?

Somente através da Fé, a imensurável Fé que São Miguel Febres aceitou e praticou, isso que o tornou em célebre homem Santificado e que, com sua grande inteligência e talento, influencio positivamente na formação de tantos outros jovens.

Santo Miguel Febres Cordero Munhoz é, até os dias de hoje, reconhecido como herói nacional pelo povo de sua terra natal, o Equador. 

Seus restos mortais foram trazidos de Del Estragar para Quito, cidade que amava e onde seu exemplo religioso é seguido a rigor pelos fiéis Cristãos.

Sua beatificação aconteceu em 1977 e foi canonizado por interferência do Papa João Paulo II, no ano de 1984.

Padre Miguel Febres, o primeiro Santo do Equador é digno de nossas homenagens e da Santa peregrinação que seus devotos realizam todos os anos no dia 9 de fevereiro, para interceder e agradecer por bênçãos.





Política Privacidade

CalendárioBr 2017 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!