Calendário 2019



Dia de Santo Isidoro Lavrador próximos anos




15
Maio de 2018 ( Terça-feira ) - Dia de Santo Isidoro Lavrador
15
Maio de 2019 ( Quarta-feira ) - Dia de Santo Isidoro Lavrador
15
Maio de 2020 ( Sexta-feira ) - Dia de Santo Isidoro Lavrador
15
Maio de 2021 ( Sábado ) - Dia de Santo Isidoro Lavrador
15
Maio de 2022 ( Domingo ) - Dia de Santo Isidoro Lavrador

O Dia de Santo Isidoro Lavrador é comemorado no dia 15 de maio.

Santo Isidoro, ou Isidro, como foi batizado, tem no dia 15 de maio a sua celebração dentro do calendário litúrgico da Igreja Católica.

A vida de Santo Isidoro

Isidoro nasceu no ano de 1070 em Madri, na Espanha, filho de uma família de camponeses, pessoas de extrema simplicidade, católicos praticantes e seguidores dos princípios da Igreja. Sua infância foi vivida na pobreza, mas sempre com as necessidades espirituais e materiais atendidas. Desde pequeno, Isidoro se mostrou muito caridoso com todos, trabalhando com sua família na propriedade que tinha sido arrendada por seu pai.

Isidoro, todos os dias, levanta-se muito cedo para ir à missa antes do trabalho. Era uma rotina diária, que não foi quebrada nem depois do casamento. Depois da missa, ia para o trabalho no campo.

Casou-se com Maria Toríbia e com ela teve um filho. No entanto, mesmo depois de ser pai, suas práticas de fé e caridade continuaram.

Uma vez, Isidoro foi acusado de relaxar com o trabalho para ficar rezando. As pessoas diziam que ele queria ficar na igreja por preguiça, em vez de se dedicar ao trabalho. Isidoro tinha, realmente, o hábito de fazer uma pausa no trabalho uma vez por dia para rezar o terço, oração que fazia de joelhos, mas isso não chegava a atrapalhar seu trabalho.

Ao contrário, depois da oração, ele retornava às atividades com mais vontade, recuperando sempre o tempo que tinha dedicado à oração. Seu patrão, ao saber das acusações, tentou impor-lhe um castigo, mas não o fez em razão da bondade e da eficiência de Isidoro.

Isidoro, além da oração e do trabalho, também se destacava pela solidariedade para com os desfavorecidos. Sempre divida com eles o que ganhava no trabalho, deixando para si mesmo e para sua família somente o necessário, mantendo a alimentação e uma vida digna.

Seu maior sofrimento na vida certamente foi a morte do filho, quando ainda era criança. No entanto, embora o casal tivesse passado pela imensa dor da perda, não houve qualquer revolta ou mágoa. Pelo contrário, ambos continuaram sua dedicação ainda mais frequente aos pobres e necessitados, fazendo pelas crianças alheias o que poderiam estar fazendo pelo próprio filho, caso estivesse vivo.

Isidoro deixou em sua vida um rastro de humildade, de simplicidade, de amor fraterno e caridade. Sua vida poderia ter sido considerada comum, como a de tantos e tantos que vivem na harmonia e sob as regras divinas.

Santo Isidoro morreu em 15 de maio de 1130, também na cidade onde nascera, Madri. Foi sepultado de forma comum, sem qualquer distinção, mas tendo no seu enterro a presença de todos os pobres e necessitados que atendera em vida.

Depois de sua morte, de forma espontânea, os mesmos pobres que atendera em vida, começaram a devoção popular. Em pouco tempo, muitos milagres foram atribuídos à sua intercessão e tantos foram que se tornaram parte da tradição espanhola.

A devoção dos humildes da cidade de Madri e dos campos no entorno da cidade levaram a Igreja a reconhecer o grande valor de Isidoro: sua fidelidade aos mandamentos, sua vista justa e reta, seu temor a Deus, alicerçado na obediência aos ensinamentos de Cristo, na oração e na caridade.

A fama de Isidoro se espalhou pela Espanha depois que Felipe II, o rei, foi curado de uma grave enfermidade, depois de pedir com fé a intercessão de Santo Isidoro. O próprio rei formalizou o pedido oficial de canonização do santo junto à Santa Sé.

E 1622, o papa Gregório XV, depois de confirmar alguns milagres obtidos pela intercessão de Santo Isidoro, celebrou sua canonização.

Na mesma celebração também foram canonizados, junto com Santo Isidoro Lavrador, os santos Inácio de Loyola, Francisco Xavier, Teresa d’Ávila e Felipe Néri.

Santo Isidoro Lavrador foi instituído como padroeiro dos trabalhadores do campo, dos desempregados e dos indígenas. Hoje ele é considerado o protetor da cidade de Madri. 





Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!