Calendário 2018



Dia de Santo Clemente Maria Hofbauer próximos anos




29
Janeiro de 2016 ( Sexta-feira ) - Dia de Santo Clemente Maria Hofbauer
29
Janeiro de 2017 ( Domingo ) - Dia de Santo Clemente Maria Hofbauer
29
Janeiro de 2018 ( Segunda-feira ) - Dia de Santo Clemente Maria Hofbauer
29
Janeiro de 2019 ( Terça-feira ) - Dia de Santo Clemente Maria Hofbauer
29
Janeiro de 2020 ( Quarta-feira ) - Dia de Santo Clemente Maria Hofbauer

O Dia de Santo Clemente Maria Hofbauer é comemorado no dia 29 de janeiro em homenagem ao Apóstolo e Patrono de Viena.

Clemente nasceu no dia 25 de dezembro de 1751, em Tasswitz, na República Tcheca. Fazendo parte de uma família grande (ele tinha 11 irmãos), Clemente vivia com poucas posses e a sua família eventualmente passava por alguma crise financeira.

Durante toda a sua vida, Clemente já tinha um desejo de seguir o sacerdócio. Porém, como sua família não tinha condições, ele acreditou durante muito tempo que seria impossível seguir este caminho. 

Dessa forma, durante muito tempo, o jovem tentou seguir a vida de um de seus irmãos que era militar - outra vida que muito lhe agradava. Ainda assim, por uma razão de desejo maior, acabou tentando seguir o seu sacerdócio mesmo sabendo que a vida seria bem dura.

Com apenas 14 anos de idade, Clemente tentou aprender latim por conta própria para conseguir dar andamento no seu estudo eclesiástico. Porém, encontrando dificuldade e se vendo incapaz de prosseguir, acabou optando por aprender uma profissão para poder sobreviver.

Com cerca de 20 anos de idade, Clemente fez uma viagem para a Itália. Chegando lá, ele pediu para o bispo do santuário de Senhora de Quintiliolo o hábito para se tornar um eremita. Nessa ocasião foi quando ele passou a ser chamado de “Clemente Maria”.

Ao voltar da viagem, o agora eremita tentou seguir com seus estudos de latim. Porém, mais uma vez percebendo a dificuldade, não conseguiu ir adiante porque sentia que esse não era o seu trabalho. Ele não queria se tornar um apóstolo.

Durante boa parte da sua vida adulta, Clemente não conseguiu se encontrar. Ele voltou para a sua cidade natal e viveu dois anos como eremita. Logo após foi convencido por sua mãe para voltar a ser padeiro. Nessa padaria, encontrou duas senhoras muito amáveis e que inclusive, chegaram a pagar os seus estudos na universidade de Viena.

Chegando lá, o jovem rapaz teve mais uma decepção: os cursos das matérias eclesiásticas pouco tinham a ver com a doutrina católica que ele tanto amava. Mais uma vez ele decidiu buscar por respostas e fez uma outra peregrinação na Itália em 1784.

Neste ano, Clemente conseguiu entrar em uma comunidade religiosa. E pouco tempo depois ele e seu amigo acabaram se tornando redentoristas. Fizeram voto de pobreza, castidade e obediência. Poucos dias mais tarde, se tornaram sacerdotes.

Finalmente, após encontrar o seu caminho em meio a religosidade, Clemente pode se dedicar para aquilo que mais gostava. Ele passou o resto de sua vida ajudando órfãos (que acabou sendo a parte mais “destacada” de seu trabalho), pessoas menos favorecidas e doentes.

Clemente chegou a abrir uma igreja junto de outros Redentoristas, e ao longo do tempo também passou a pregar a palavra de Cristo. Mesmo com todas as perseguições e perigos iminentes em sua época de vida, o sacerdote se manteve firme em sua fé e convicção.

Em 1820, Clemente faleceu, e no ano de 1888 ele foi canonizado pelo Papa Pio X, que também lhe concedeu o título de Apóstolo e Patrono de Viena.





Política Privacidade

CalendárioBr 2017 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!