Calendário 2020



Dia de Santa Inês de Praga próximos anos




2
Março de 2018 ( Sexta-feira ) - Dia de Santa Inês de Praga
2
Março de 2019 ( Sábado ) - Dia de Santa Inês de Praga
2
Março de 2020 ( Segunda-feira ) - Dia de Santa Inês de Praga
2
Março de 2021 ( Terça-feira ) - Dia de Santa Inês de Praga
2
Março de 2022 ( Quarta-feira ) - Dia de Santa Inês de Praga

O Dia de Santa Inês de Praga é comemorado no dia 2 de março em homenagem à fundadora do Convento de São Salvador.

A data especifica do nascimento de Inês nós não sabemos. O que nós sabemos de sua história é que ela nasceu no ano 1205, em Praga, uma cidade localizada no que hoje nós conhecemos como República Tcheca. 

No tempo de seu nascimento, a República Tcheca era conhecida como Boêmia, e Inês naquele tempo era filha do rei que reinava toda essa região. Ao longo de sua infância, Inês teve todas as riquezas que uma pessoa de sua época poderia imaginar, mas ao longo de sua história ela passou a desenvolver um comportamento muito diferente.

Desde muito jovem, Inês já tinha um desejo e uma atração muito forte pela religiosidade. Ela havia sido educada em Trebniz pelas freiras daquela localidade, e desde muito nova ela já havia descoberto que queria viver de acordo com o Evangelho de Cristo.

Quando Inês chegou a sua fase adulta, ela teve um grande dilema a sua frente. Ela era uma linda mulher que despertava o interesse de muitos homens, mas como ela já havia decidido, ela cordialmente recusava qualquer chance de relacionamento amoroso e afirmava que seu único compromisso era Jesus.

A maioria das pessoas naquela época não acreditava firmemente na sua palavra, e por essa razão, Inês se dedicou fortemente para suas orações com o objetivo de provar para todos que o seu caminho era o caminho sagrado. Ela afirmava categoricamente que o seu maior desejo era seguir a Deus com todas as suas forças.

Mesmo com sua devoção completa, ela ainda passou por um período de provação. Praticamente todos os dias vários pretendentes de casamento iam conversar com ela, até o ponto que ela decidiu escrever para o Papa Gregório IX. Nessa carta, Inês pedia para o papa orar para que todo esse tormento acabasse e para que ela pudesse seguir o seu caminho com toda a tranquilidade que ela queria.

O papa, ao receber sua carta, se surpreendeu positivamente com a força de vontade e a disciplina de Inês, e após esse acontecimento, enviou um dos seus melhores assessores para que ele pudesse informar a veracidade do caminho escolhido por Inês. Esse evento foi capaz de até mesmo de transformar a vida de um dos homens que estava completamente apaixonado pela jovem mulher. Esse homem era o imperador Frederico II, que após entender tudo que estava acontecendo decidiu renunciar seu amor em nome da sua fé.

Depois de ter a sua liberdade “reconquistada”, Inês seguiu seu caminho religioso, atuando em diversas áreas de assistencialismo social. Uma das suas maiores ações foi a construção de um hospital para os pobres. Em seguida fundou um Convento para os Franciscanos e distribuiu toda a sua riqueza para os menos favorecidos.

Mais tarde, acabou fundando mais um convento: o convento de São Salvador. Após todos esses incríveis feitos, ela então decidiu ingressar na Ordem das Clarissas em 1234. Por praticamente 50 anos, Inês se dedicou em expandir o convento e a Ordem das Clarissas, até o dia em que faleceu.

Durante todo esse tempo, Inês também realizou vários milagres de cura nos leprosos e em pessoas com doenças severas. Seu falecimento aconteceu no dia 6 de março de 1282 na cidade de Praga.

Sua morte foi em função de causas naturais e Inês foi Beatificada em 1874 pelo Papa Pio IX.





Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!