Calendário 2018



Dia de Santa Catarina da Suécia próximos anos




24
Março de 2016 ( Quinta-feira ) - Dia de Santa Catarina da Suécia
24
Março de 2017 ( Sexta-feira ) - Dia de Santa Catarina da Suécia
24
Março de 2018 ( Sábado ) - Dia de Santa Catarina da Suécia
24
Março de 2019 ( Domingo ) - Dia de Santa Catarina da Suécia
24
Março de 2020 ( Terça-feira ) - Dia de Santa Catarina da Suécia

O Dia de Santa Catarina da Suécia, ou Santa Catarina de Vadstena, é comemorado no dia 24 de março. A santa foi uma monja católica, pertencente a uma nobre família ligada aos reis suecos e foi filha de Santa Brígida, tendo levado uma vida totalmente dedicada à fé cristã.

A vida de Santa Catarina da Suécia

Não se sabe ao certo se Catarina nasceu em 1331 ou 1332, embora se saiba que o fato ocorreu em Vadstena, na Suécia, mesma cidade aonde veio a falecer, em 24 de março de 1381.

Catarina sempre foi companheira inseparável e discípula fiel de sua mãe, Brígida, que foi canonizada depois da morte, sendo hoje a santa mais venerada e conhecida na Suécia.

Em sua infância, recebeu educação e formação com base cristã e, com apenas sete anos, foi encaminhada para as irmãs do convento de Risbert. No convento desenvolveu sua vocação religiosa, confirmando todo o ensinamento recebido de sua mãe.

Depois de formada, Catarina, como era costume na época, foi encaminhada para o casamento, destinada a um jovem nobre, pertencente à corte da Suécia, chamado Edgard. Edgard também era um cristão fervoroso, embora muito doente. Diante de sua condição, aceitou o voto de castidade que Catarina havia feito ainda antes do casamento, adotando-o para sua vida, passando a viver com Catarina como se fossem irmãos.

Anos depois, sua doença se agravou e Edgard ficou paralítico, passando a ter os cuidados de Catarina, sempre desvelada e fazendo o que precisava com amor e generosidade.

Depois do falecimento de seu pai, sua mãe tonou a decisão de se dedicar totalmente à vida religiosa, iniciando a nova etapa de sua vida com uma peregrinação a Roma, onde visitou os túmulos dos Apóstolos. Depois de sua partida, Catarina conseguiu permissão de Edgard para encontra-la em Roma e, enquanto estava na Santa Sé, Edgard faleceu na Suécia.

Acompanhando sua mãe, estando já também viúva, Catarina vestiu o hábito de religiosa, fazendo os votos juntamente com Brígida e, desse dia em diante nunca mais se separaram.

Catarina acompanhava e trabalhava com sua mãe, incrementando todo o trabalho de evangelização e caridade. Juntas, fundaram o mosteiro de Vadstena, em seu país de origem, onde instalaram a Ordem de São Salvador. A mãe tornou-se abadessa e as freiras passaram a ser conhecidas como brigidinas.

Catarina acompanhou suas mãe em todas as viagens, na época bastante perigosas, percorrendo terras da Suécia e de outros países nórdicos. Conta-se que as duas foram salvas diversas vezes de grandes perigos através de um cervo, que sempre aparecia quando as duas precisavam de socorro.

Depois de uma longa peregrinação a Jerusalém e à Terra Santa, Catarina e Brígida pararam em Roma, aonde Brígida veio a falecer. Catarina levou seu corpo à Suécia, onde foi recebida e aclamada pela população, junto ao corpo da mãe que, a essa altura, já era considerada pelos devotos como santa.

Com a morte de Brígida, Catarina foi eleita a nova abadessa do convento. A história relata diversos fatos que foram considerados milagrosos pela sua intercessão. No entanto, depois da morte de Edgard, surgiram muitos pretendentes, propondo que ela abandonasse a vida religiosa e se casasse novamente.

Catarina recusava a todos e conta-se que um deles, mais audacioso, tentando ataca-la ficou cego. Catarina conseguiu que recuperasse a visão e ele se ajoelhou aos seus pés, pedindo perdão. Os historiadores contam que, nesse momento, ele viu um cervo selvagem ao lado da santa.

Nas representações e imagens de Catarina, até hoje ela é apresentada com um cervo.

Com a morte de Brígida e os diversos milagres apresentados como oriundos de sua intercessão, Catarina foi a Roma advogar sua canonização junto ao papa, em nome do povo sueco. Permaneceu em Roma, morando em um convento, atendendo necessitados e doentes. Nessa época, escreveu um trabalho com o título de “Consolação da Alma”.

Não conseguindo seus intentos em vida, Catarina retornou à Suécia, depois de acometida por uma doença. Tinha 50 anos e faleceu no dia 24 de março de 1381.

Depois de sua morte, em 1484, o Papa Inocêncio VIII deu permissão para seu culto como santa na Suécia e seus pertences foram preservados como relíquias. Santa Catarina, que é considerada protetora contra os abortos, tem sua data de comemoração no dia 2 de agosto em seu país de origem.




Outras Datas Comemorativas

17
Janeiro - Dia de Santo Guido
19
Março - Dia de São José
25
Maio - Dia do Massagista
18
Outubro - Dia de São Lucas
9
Janeiro - Dia do Astronauta

Política Privacidade

CalendárioBr 2017 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!