Calendário 2019



Dia da Bem-aventurada Julia Salzano próximos anos




17
Maio de 2017 ( Quarta-feira ) - Dia da Bem-aventurada Julia Salzano
17
Maio de 2018 ( Quinta-feira ) - Dia da Bem-aventurada Julia Salzano
17
Maio de 2019 ( Sexta-feira ) - Dia da Bem-aventurada Julia Salzano
17
Maio de 2020 ( Domingo ) - Dia da Bem-aventurada Julia Salzano
17
Maio de 2021 ( Segunda-feira ) - Dia da Bem-aventurada Julia Salzano

O Dia da Bem-aventurada Julia Salzano é comemorado no dia 17 de maio.

A Bem-aventurada Julia Salzano tem seu dia de comemoração no calendário litúrgico da Igreja Católica em 17 de maio. Julia Salzano ficou conhecida pelo seu grande interesse para a educação e para o encaminhando das crianças em direção aos ensinamentos de Cristo.

A vida da Bem-aventurada Julia Salzano

Julia era italiana. A bem-aventurada nasceu no povoado de Santa Maria Capua Vetere, província italiana de Caserta, em 13 de outubro de 1846. Seu pai, Diego Salzano, era capitão dos lanceiros do rei Fernando I de Nápoles e sua mãe, dona de casa, era Adelaide Valentino.

A menina Julia ficou órfã de pai aos quatro anos de idade e, em razão da situação financeira da família, teve sua educação confiada às Irmãs da Caridade, no Orfanato Real de São Nicolau La Strada, local onde permaneceu estudando e aprendendo os ofícios voltados para a mulher até os quinze anos.

Saiu diplomada como professora, recebendo o encargo de ensinar na Escola Municipal de Casória, em Nápoles, local para onde também levou sua mãe, em 1865.

Enquanto ensinava, manifestou um notável interesse pelo catecismo, buscando educar na fé as crianças, jovens e adultos, ao mesmo tempo em que se dedicava à devoção à Virgem Maria, que considerava sua protetora.

Através de sua profissão, ministrando o ensino formal, Júlia sempre tinha a intenção de ensinar o catecismo às pessoas, visto que sentia essa necessidade dentro da comunidade em que vivia. Imbuída desse objetivo, começou a concretiza-lo. Ao esmo tempo, procurava cultivar em todos os seus alunos do curso normal a devoção a Nossa Senhora, ensinando o culto ao Sagrado Coração de Maria.

Em pouco tempo, Julia percebeu que, quando o catecismo era bem ensinado e ministrado, a vida das pessoas se transformava para melhor.

Notando a grande importância do ensino do catecismo, bem como a importância de saber como ministrar os ensinamentos da Igreja, utilizando um didática eficiente e alicerçada pelo testemunho de vida, Julia fundou, em 1905, a Congregação das Irmãs Catequistas do Sagrado Coração.

Ao mesmo tempo, decidiu também se dedicar integralmente à vida religiosa, vestindo o hábito da congregação e entregando-se definitivamente a Jesus Cristo.

Eleita superiora da Congregação que fundara, Julia passou a dedicar toda sua energia ao ensino da catequese e, quando percebia os frutos de seu trabalho, sempre afirmava que iria ensinar o catecismo até o seu último sopro de vida. Ainda dizia que iria morrer feliz, se sua morte acontecesse durante o catecismo.

Seus ensinamentos às filhas da congregação versavam sempre sobre a disposição de instruir as crianças e as pessoas que não conheciam os ensinamentos da Igreja, sem medir esforços e sacrifícios exigidos para este ministério. Para ela, antes de tudo estava o cumprimento do dever.

Ludovico de Casória, que foi beatificado depois de sua morte, ao conhecer Julia e ver como sua obra estava se ampliando para outras cidades, fez a ela um alerta que soou praticamente como uma profecia, dizendo que se cuidasse para não cair na tentação de abandonar as crianças, uma vez que a vontade de Deus era que ela vivesse e morresse entre as crianças.

E foi exatamente o que aconteceu. Julia, que era conhecida entre o povo como Dona Julieta, faleceu em17 de maio de 1929, na mesma cidade de Casória, com oitenta e três anos de idade.

A Congregação das Irmãs Catequistas do Sagrado Coração, com o tempo extrapolou as fronteiras italianas, expandindo-se pela Europa, Filipinas, Canadá, Brasil, Índia e Peru. A obra da Bem-aventurada Julia passou a difundir não apenas a catequese, mas também a nova evangelização e a promoção humana.

Julia foi beatificada em 2002 pelo Papa João Paulo II, sendo designada como Mulher Profeta da Nova Evangelização. Sua canonização ocorreu em 17 de outubro de 2010, através do Papa Bento XVI.





Política Privacidade

CalendárioBr 2018 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!