Calendário 2020



Dia de Beato Henrique Suso próximos anos




2
Março de 2018 ( Sexta-feira ) - Dia de Beato Henrique Suso
2
Março de 2019 ( Sábado ) - Dia de Beato Henrique Suso
2
Março de 2020 ( Segunda-feira ) - Dia de Beato Henrique Suso
2
Março de 2021 ( Terça-feira ) - Dia de Beato Henrique Suso
2
Março de 2022 ( Quarta-feira ) - Dia de Beato Henrique Suso

O Dia de Beato Henrique Suso é comemorado no dia 2 de março. 

O dia 2 de março, na Igreja Católica, é consagrado à memória do Beato Henrique Suso, nascido Heinrich Seuse, na ilha de Cosntança, na Alemanha, em 21 de março de 1295, e que faleceu em 25 de fevereiro de 1366. Deixou muitas obras escritas, usando o pseudônimo de Amandus, pelo qual também é conhecido, mostrando seu lado de místico e teólogo. Foi declarado beato em 1831 pelo Papa Gregório XVI.

A vida do Beato Henrique Suso

Henrique Suso foi um dos principais representantes do movimento religioso criado na região do Rio Reno, no início do século XIV. Foi um religioso dominicano, místico e escritor, tornando-se um dos maiores teólogos alemães, sempre voltado para uma doçura bastante singular, com grande espiritualidade e muita clareza de conceitos. Sua ideia era que a vida interior é acessível a todos os que seguissem o Evangelho.

O pai de Henrique era um comerciante abastado, não muito religioso, descendente de uma nobre dinastia, os Berg, e sua mãe, uma senhora muito religiosa, também de uma tradicional família, os Suese (ou Suso, que é a forma latina do nome).

Henrique deu preferência a manter o nome da mãe, a quem era muito dedicado e, desde a infância, foi educado pelos padres dominicanos, mostrando logo de início sua vocação religiosa. Aos 13 anos já era um ingresso noviço no convento de São Nicolau, também da ordem dos dominicanos, na cidade em que nasceu. Nesse período como noviço, desenvolveu muito sua espiritualidade.

Com 16 anos passou por um momento de incerteza em sua fé, superando-a através de rigorosas penitências, juntamente com orações contemplativas e, aos 18 anos, conseguiu eliminar qualquer incerteza, sentindo sua conversão completa, chegando a marcar com ferro em brasa o nome de Jesus no lado esquerdo do peito.

Esse fato aconteceu após uma experiência mística, onde viu um anjo unindo seu coração ao coração de Jesus. Depois dessa experiência, seu zelo se transformou, entregando-se espiritualmente e se mantendo mais prudente, compreendendo que a melhor mortificação consistia em aceitar todas as provas encontradas pela vida.

No mesmo convento de Constança, Henrique fez os estudos preparatórios, filosóficos e teológicos. Depois de encerradas todas as etapas, foi para o Colégio Geral de Strasburg e, em seguida, para a Universidade de Colônia, onde completou os estudos sob orientação do mestre Eckhart.

Terminados os estudos, resolveu retornar a Constança, em 1329, tornando-se professor de teologia no colégio dos dominicanos onde, durante os sete anos seguintes, escreveu suas obras mais importantes, o “Livro da Sabedoria Eterna” e o “Livro da Verdade”.

Nos livros escreveu com clareza e simplicidade sobre os mistérios da alma, que procurava desvendar através de suas orações e colóquios com Cristo, através de orações silenciosas e experiências contemplativas.

Nos seus livros, considera Deus como o amor entre namorados, onde deve ser percebida uma intensidade próxima à sensualidade.

Em 1336, Henrique percebeu que estava no momento de seguir em busca de um apostolado peregrino, viajando por toda a Alemanha, chegando à Suíça e aos Países Baixos e se tornando um pregador itinerante incansável.

Durante quatro anos foi o diretor geral do convento alemão de Turgóvia e, depois, foi transferido para o convento de Ulm, onde permaneceu até sua morte, em 25 de fevereiro de 1366.

Foi sepultado na cripta da igreja do convento de Ulm, em vez de no cemitério comum dos dominicanos e, até o final de 153, sobre sua lápide ardeu uma chama, como atestado ao seu culto.

Seus restos mortais foram destruídos pelos protestantes, mas sua lembrança permaneceu , tendo inspirado muitos santos que também estavam em busca da espiritualidade.

Entre suas obras também consta a autobiografia, “A Vida do Servo”, onde mostra todo o seu misticismo e onde descreve suas visões e faz descrições metafóricas.

Enquanto estudava com Mestre Eckhart, manteve amizade com outro dominicano, Johan Tauler, com quem formou “Os Amigos de Deus”, um núcleo que veio a ser conhecido como escola de misticismo renano. Suas obras devotas foram muito populares no final da Idade Média.




Outras Datas Comemorativas

27
Fevereiro - Dia de Santo Leandro
9
Setembro - Dia da Velocidade
12
Outubro - Dia do Mar
1
Setembro - Dia do Bailarino(a)
3
Maio - Dia do Sertanejo

Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!