Calendário 2019



Black Friday 2016 próximos anos




25
Novembro de 2018 ( Domingo ) - Black Friday 2016
25
Novembro de 2019 ( Segunda-feira ) - Black Friday 2016
25
Novembro de 2020 ( Quarta-feira ) - Black Friday 2016
25
Novembro de 2021 ( Quinta-feira ) - Black Friday 2016
25
Novembro de 2022 ( Sexta-feira ) - Black Friday 2016

A Black Friday de 2016 acontecerá no dia 25 de novembro.

Na segunda metade do mês de novembro o comércio entra em polvorosa, tanto no mundo físico quanto no virtual. É nesse período que acontece a Black Friday, ou Sexta-Feira Negra, que de negra não tem nada.

A Black Friday é a sexta-feira após o dia de Ação de Graças, que é comemorado nos Estados Unidos na quarta quinta-feira de novembro, sendo o dia em que a maior parte das lojas criam as melhores promoções, vendendo todos os produtos a preços que se mostram irresistíveis.

Com o crescimento do comércio digital, a data – que é típica dos Estados Unidos – acabou também ganhando força em outros países, incluindo o Brasil, fazendo com que grande parte das lojas nacionais entrassem no sistema de fazer grandes promoções, atraindo até mesmo consumidores que nunca ouviram falar do Dia de Ação de Graças ou da Black Friday.

As origens da Black Friday

A Black Friday não tem uma origem bem definida, ou seja, não existe uma data que marque sua criação. Há quem diga que a expressão nasceu no final do século XIX, quando duas instituições financeiras quebraram em meio à corrida do outro na Califórnia e, por coincidência, era uma sexta-feira.

A origem mais provável, no entanto, é que a Black Friday tenha surgido na Filadélfia, nomeada dessa forma pelos policiais, na década de 1960, referindo-se ao dia após o feriado de Ação de Graças, quando o trânsito virava um caos.

Nessa época, por causa da folga prolongada e de costumeiras partidas de futebol, fazia com que o trânsito aumentasse consideravelmente. Enquanto o fato era um grande problema para os que cuidavam do trânsito, os lojistas se aproveitavam para fazer promoções e atrair todos os consumidores que estivessem nas ruas.

A referência ao trânsito logo se espalhou por todos os Estados Unidos, com outros comerciantes de outras cidades fazendo também promoções e atraindo a clientela para preços baixos e para o começo das compras de Natal.

Depois de o nome já ter se tornado praticamente uma tradição, o marketing em geral se movimentava, como acontece até hoje, e surgiram algumas tentativas de mudar o nome, que não parecia tão apropriado.

Uma dessas tentativas foi mudar de Black Friday para Big Friday, mas a tradição venceu e o nome não pegou. 

Black Friday no Brasil

No Brasil, a primeira Black Friday aconteceu em 2010, no dia 28 de novembro, e todas as promoções aconteceram online, reunindo mais de 50 lojas do varejo. Ano após ano, as promoções foram se ampliando, chegando ao comércio das lojas físicas. Os anos de 2014 e 2015 bateram recordes de vendas, com descontos que passaram de 50% sobre o valor original dos produtos.

Desde 2015, contudo, a Câmara e-net, associação de comércio eletrônico, criou um código de ética para a Black Friday, publicando uma lista com as lojas que foram regulamentadas, seguindo o código de ética.

Da mesma forma que nos Estados Unidos, no Brasil a Black Friday ocorre na sexta-feira logo após à quarta quinta-feira do mês de novembro, agora abarcando também lojas físicas, embora ainda ocorra um sério problema de maquiagem de preços, ou seja, as lojas aumentam os preços uma semana antes e baixam no dia da Black Friday, oferecendo “grandes descontos”.

Esse fato foi constatado pela primeira vez na Black Friday de 2013, quando uma pesquisa do Provar – Programa de Administração do Varejo constatou de 21% dos produtos tiveram preços aumentados antes da Black Friday, gerando tal indignação que o dia foi chamado de “Black Fraude”.

A partir do grande movimento nas redes sociais e de posts de preços e seus aumentos à medida que se aproximava a Black Friday Brasil, o site Reclame Aqui desenvolveu uma ferramenta para monitorar os preços, fazendo com que os usuários conferissem a reputação das empresas onde pretendiam fazer compras e reclamar ou denunciar práticas de fraude nas promoções.

A Black Friday ainda não tem regulamentação e muito menos uma organização centralizada, podendo qualquer empresa fazer promoção na data, o que leva a crer que também está se transformando em tradição no comércio brasileiro, abrindo a temporada de compras de festas de Natal e Ano Novo.

O consumidor, no entanto, desde 2013 está esperto o suficiente para fazer o acompanhamento de preços e verificar se a loja em que pretende comprar qualquer produto em promoção está ou não maquiando os preços. Para a Black Friday de 2016 espera-se um movimento antecipado muito maior do que nos anos anteriores e certamente poderemos ver nas redes sociais se as promoções são reais ou não. 





Política Privacidade

CalendárioBr 2019 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!