Calendário 2017



Dia de Santa Eudóxia próximos anos




1
Março de 2016 ( Terça-feira ) - Dia de Santa Eudóxia
1
Março de 2017 ( Quarta-feira ) - Dia de Santa Eudóxia
1
Março de 2018 ( Quinta-feira ) - Dia de Santa Eudóxia
1
Março de 2019 ( Sexta-feira ) - Dia de Santa Eudóxia
1
Março de 2020 ( Domingo ) - Dia de Santa Eudóxia


O Dia de Santa Eudóxia tem sua comemoração no dia 1° de março. A santa nasceu na Samaria, por volta do ano 50 da Era Cristã e teve a fama de ser uma mulher de grande beleza, mas que viveu uma vida devassa antes de sua conversão.

A história de Santa Eudóxia

Eudóxia, segundo a tradição católica, nasceu de uma família pagã, sem qualquer formação religiosa. Quando cresceu, era uma mulher de grande beleza e, levada pela falta de formação religiosa, abandonou a família, entregando-se a uma vida de libertinagem. Através dos inúmeros pretendentes, conseguiu amealhar grande fortuna, tornando-se uma pessoa de grandes posses.

Depois de sua fuga da família, mudou-se para Heliópolis, onde se tornou vizinha de um cristão. Em determinado momento, o vizinho hospedou um monge já idoso, de nome Germano, que tinha o hábito de acordar de madrugada para fazer suas orações.

As orações, feitas em voz alta, despertaram a atenção de Eudóxia, que passou a prestar atenção ao que ouvia, principalmente aos cânticos. Impressionada com o que ouvia, acabou percebendo que o que o monge cantava e orava descrevia sua vida na libertinagem e no pecado.

Ao amanhecer, procurou conhecer o monge e este, percebendo a necessidade de orientação, passou diversos dias ensinando tudo o que sabia sobre a fé cristã. Convertida, em seus momentos de oração junto ao monge, teve uma visão do Arcanjo São Miguel, que lhe trouxe palavras de consolo e de esperança.

Eudóxia foi batizada pelo bispo da comunidade de Heliópolis, Teodotos, e depois de receber o sacramento, libertou todos os escravos que possuía e doou todos os bens aos pobres, ingressando num convento de monjas próximo a Heliópolis, onde passou a viver dedicada à religião.

Segundo a tradição católica, Eudóxia conseguiu uma maturidade espiritual notável, manifestando dons extraordinários, com a cura de doentes que a procuravam em busca de orações.

Sua fama logo se espalhou pela cidade e, sabendo do caso, o prefeito de Heliópolis, Aureliano, ainda pagão, enviou soldados para prendê-la, acusando-a de bruxaria. Os soldados, no entanto, não conseguiram entrar no convento, fato atribuído à proteção de São Miguel. Depois de três dias de tentativas que, aparentemente, eram inexplicáveis, os soldados desistiram e retornaram, contando os fatos ao prefeito.

Furioso, o prefeito enviou outro grupo de soldados, agora comandados por seu filho. Quando o grupo chegou em frente ao convento, os cavalos repentinamente ficaram muito assustados, empinando e refugando com violência.

O filho do prefeito, que estava montando um deles, caiu e, em virtude da queda, veio a falecer. Profundamente abalado, o prefeito enviou um tribuno que, desta vez, foi pedir ajuda a Eudóxia.

Eudóxia se dispôs a ajudar e, aproximando-se do filho morto, rezou por ele que, milagrosamente, ressuscitou na frente de todos os que observavam a cena.

Com a ressurreição do filho, Eudóxia conseguiu a conversão do prefeito, juntamente com a família e os membros do governo. Uma de suas filhas, Gelásia, entrou para o convento, e o filho ressuscitado, passou a ser um membro atuando da comunidade cristã, tornando-se diácono e, anos mais tarde, sendo sagrado bispo de Heliópolis.

Eudóxia, depois de alguns anos, tornou-se a superiora do mosteiro e, nessa posição, continuou a se dedicar ao auxílio dos pobres e a curar os doentes, conseguindo a conversão de inúmeros pagãos. Sua força, segundo dizia, vinha de muita oração e jejum.

Durante o governo de Trajano, imperador romano, Eudóxia foi acusada de disseminar a fé cristão e de desobedecer as ordens do imperador. Considerada bruxa, foi presa e decapitada, sem nem passar por qualquer julgamento.

Canonizada depois de sua morte, ocorrida em primeiro de março de 114, Eudóxia é ainda hoje cultuada como santa e mártir.





CalendárioBr 2017 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!