Calendário 2017



Dia de Santa Ângela de Mérici próximos anos




27
Janeiro de 2016 ( Quarta-feira ) - Dia de Santa Ângela de Mérici
27
Janeiro de 2017 ( Sexta-feira ) - Dia de Santa Ângela de Mérici
27
Janeiro de 2018 ( Sábado ) - Dia de Santa Ângela de Mérici
27
Janeiro de 2019 ( Domingo ) - Dia de Santa Ângela de Mérici
27
Janeiro de 2020 ( Segunda-feira ) - Dia de Santa Ângela de Mérici

O Dia de Santa Ângela de Mérici é comemorado no dia 27 de janeiro.

Ângela de Mérici é considerada santa pela Igreja Católica, tendo vivido na Itália, onde nasceu em 1474, na cidade de Desenzano Del Garda, falecendo em 27 de janeiro de 1540, em Bréscia, data em que é comemorada na liturgia. Foi canonizada pelo Papa Pio VII, em 1807. Seu corpo, ainda incorrupto, encontra-se hoje em Bréscia.

A vida se Santa Ângela de Mérici

Ângela de Mérici nasceu de uma família de classe média, no norte da Itália. Tinha apenas 10 anos de idade quando ficou órfã e, juntamente com sua irmã, foi encaminhada para um tio, em Salo, onde ingressou na Ordem Terceira de São Francisco.

As referências são de que de tratava de uma jovem de extraordinária beleza, mas voltada estritamente para as coisas divinas. Sua vida foi de extrema pobreza, dormindo num leito de tábuas e alimentando-se apenas de pão e água, dando assistência a todos que a procuravam. Dedicou-se ao apostolado, fez várias peregrinações pela Itália e chegou a visitar Jerusalém, a Terra Santa.

No ano de 1525 esteve no Vaticano, onde conversou com o Papa Clemente VII e, em uma ocasião, em Brudazzo, teve uma visão milagrosa, onde Deus teria lhe revelado sua predestinação, fundando uma agremiação católica para promover o aperfeiçoamento dos ideais cristãos numa época em que havia muitas discussões na Igreja.

Para atender as famílias e, mais especialmente, as mulheres, Ângela de Mérici fundou, em 1535, em Bréscia, a Ordem das Ursulinas, uma congregação católica feminina que tinha como padroeira Santa Úrsula, com o objetivo de promover a assistência e a educação de meninas carentes.

Essa ideia vem da necessidade de uma época em que a educação era privilégio de jovens do sexo masculino, apenas em escolas monásticas. Na época, o papel das mulheres era definido na sociedade pelos pais, pelos maridos ou, em sua falta, pelos prelados.

A instituição por ela criada dedicou-se à educação feminina, principalmente das jovens mais pobres, de uma maneira bastante original, reunindo um grupo de mulheres solteiras para ensinar as jovens em suas casas. Diferente da vida religiosa da época, as mulheres consagravam-se aos ensinamentos e regras fora dos conventos, não sendo obrigadas a votos formais ou a vestirem o hábito.

Para Ângela, a formação das participantes da Companhia de Santa Úrsula não fazem parte de uma ordem religiosa, mas sim de um instituto secular. Aliás, foi Ângela de Mérici que antecipou a criação desse tipo de instituição na Igreja.

Depois de sua morte, as Irmãs Ursulinas se dividiram. Um grupo permaneceu dentro das determinações de Ângela, a Companhia de Santa Úrsula Filhas de Santa Ângela de Mérici, hoje denominado Instituto Secular Filhas de Santa Ângela de Mérici.

Em 1566, um grupo em Milão, influenciado por São Carlos Borromeu, montou a congregação das Ursulinas vestidas com hábito, com vida comunitária em convento, adequando-se às exigências do Concílio de Trento.

Na França, um terceiro grupo formou uma ordem de freiras, ou monjas, enclausuradas, em 1612, uma ordem que se espalhou pela Europa e pelo mundo, mantendo o pioneirismo de uma ordem religiosa dedicada à educação exclusivamente feminina, com caráter missionário.

Santa Ângela de Mérici, embora tenha tido somente o curso primário da época, tornou-se conselheira de bispos, de sacerdotes, de políticos e doutores. Seus conhecimentos foram adquiridos através da própria experiência e de sua vida regrada, obediente aos preceitos cristãos, vivendo em penitência meditativa.

Sua formação e sua persistência trouxeram um novo conceito para a educação feminina, de uma forma revolucionária para os tempos em que viveu, colocando-se contra a ideia de que uma moça, para conseguir uma boa formação cristã, deveria, obrigatoriamente, estar presa num convento. 





CalendárioBr 2017 - todos os direitos reservados


X

Receba grátis semanalmente em seu e-mail um resumo com as datas mais importantes. CalendárioBr, cadastre-se!


Agora não, obrigado!